APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_3de1.png

TRÊS DE UM

60x60cm . 2021

tinta acrílica, sobre tela

 

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_RUPTURA_VI.png

RUPTURA . V

 

100x200cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e gesso sobre tela

 

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_PAISAGEM_INEXISTENTE_II.png

QUASE ALI . IV

 

70x90cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e gesso e removedor sobre tela

 

valor sob consulta

IMG_4957.png

Ateliê

Outros planetas outras paisagens: Gustavo Francesconi e a fabricação do sol noturno

 

Então as imagens se compõem e se ordenam, e o sonhador escuta já os sons da palavra escrita.

—  Gaston Bachelard

 

Dentro do círculo infinito muitas coisas escapam ao nosso olhar. Perguntamo-nos sobre a natureza de algo. Como o mundo veio a existir? O que há depois da morte? O que é escolhido para ser visto? O que vemos é afetado pelo o que sabemos? E se estivéssemos diante do nada? Como suportar o nada? Vastos espaços desérticos, o tempo e a visão, as sonoridades na natureza. Profusão & Ressonância.

Investigando a natureza filosoficamente, o trabalho de Gustavo Francesconi toma forma na pintura, som, objeto, escultura e colagem. O artista realiza uma transposição deste sistema de signos com o qual o espaço em que vivemos pode ser entendido e, através da sensação e da percepção das cores — processos psicológicos — compõe novas paisagens num movimento que, intuitivamente, facilita-nos na localização de lugares por nós desconhecidos.

Ou, conhecidos somente em sonho, ajudando-nos a compreender que a paisagem existe antes de nós. Estar diante dos trabalhos de Francesconi é deparar-se com uma atmosfera onde elementos geométricos dialogam em formas circulares, rotundas, sóis, células e glóbulos que, através da imersão em ilhas de cor, geram emoções, exigindo do espectador um outro tipo de percepção do fluxo do tempo e do espaço — este, em Bachelard, entendido como uma construção.

Em contato com diferentes linguagens da arte, incluso a performance art, podemos observar que predominam nas atitudes do artista soluções incomuns para o uso de seus suportes e materiais. O uso do corrosivo sobre a tinta gera diferentes texturas que agem juntas num mesmo suporte. As formas circulares com intervenções químicas assemelham-se à materiais esponjosos, cruzando mais uma barreira: a do caráter usual de figura e fundo da pintura de paisagem.

A paisagem é o que não vejo. Nós vamos, e a paisagem fica como a memória monumental dos vestígios do tempo. Da água, batendo até furar. Do vento, soprando até gastar. Waste lands. Auroras austrais. A cor conversando com o silêncio. As temperaturas. O calor ali, olhando de volta para você. Então, o corpo encontra o desconhecido, tornando-se rocha ao dançar com a natureza.

Texto : Leo Bardo

2021

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_PAISAGEM_INEXISTENTE_I.png

QUASE ALI . V

 

80x100cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e gesso e removedor sobre tela

 

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_PRISMA.png

PRISMA

75x100cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e gesso sobre lâminas de vidro

 

valor sob consulta

IMG_5011.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_TERRESTRE_II.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_TERRESTRE_III.png

TELÚRICO . I . II . III

8,5x10cm . 2021

tinta acrílica, sobre papel

 

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_INSOLACAO_2.png

INSOLAÇÃO

 

60x50cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e removedor sobre tela

 

valor sob consulta

gustavo_francesconi_natureza_vira_3.png
gustavo_francesconi_natureza_viva_3_3.pn

NATUREZA VIVA . III

 

70x48x22cm . 2021

tinta acrílica e verniz

sobre raiz de bambu

 

valor sob consulta

IMG_4883.png

Ateliê

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_QUASE_ALI_I.png

QUASE ALI . I . II . III

 

15x15cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica, gesso e removedor sobre tela

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_QUASE_ALI_II.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_QUASE_ALI_III.png

TELEFONE SEM FIO

Performance Art com

Eduardo Amato

 

Apoc Studio

Curitiba - PR - 2021

dir : Fernada Pompermayer

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_CORTICOIDE.png

CORTICOIDE

 

110x80cm . 2021

tinta acrílica, sobre papel

 

valor sob consulta

APOC25_2.png

Ateliê

pic : Gabriela Gauziski

gustavo_francesconi_natureza_viva_II.png
gustavo_francesconi_natureza_viva_II_2.p

NATUREZA VIVA . II

 

27x11x9cm . 2021

tinta acrílica e verniz

sobre chifre

 

coleção particular - PR

MOTHER TONGUE

Performance Art com

Eduardo Amato

 

GRACE Exhibition Space

New York - USA - 2021

dir : Jonas Sanson

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_BRISA_3.png

BRISA . I . II . III

8,5x10cm . 2021

tinta acrílica, sobre papel

 

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_BRISA_1.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_BRISA_2.png
APOC03.png

Ateliê

pic : Gabriela Gauziski

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_CONTRAPLANO_VII

CONTRA PLANO . VII

 

60x70cm . 2021

tinta serigráfica, gesso, barbante encerado sobre tela

 

valor sob consulta

entrevista para CASASUL -  matéria completa

por Ana Penso

 

"Gustavo entende fazer parte de um grande Cosmos. Acredita que somos parte de um grande mistério, seres em desenvolvimento à caminho de um futuro incerto e muito interessante. Com certeza seu trabalho reflete isso, com cada uma de suas criações cheias de vida. Pensar em como o ser humano constrói seu caminho, em uma eterna busca de si mesmo faz parte de suas meditações. Acredita não precisar de rótulos pois somos muito mais do que pensamos e muito menos do que acreditamos.

 

Hoje todos têm acesso à ferramentas para produzir arte, em seus mais diversos meios e isso tem o poder de transformação em massa. Ocupando espaços que nunca haviam sido ocupados; refletindo a contemporaneidade. Arte e vida são 100% conectados, desde sempre, mesmo antes da criação da palavra arte; o homem sempre teve a necessidade de representações. O que mudou com os milhares de anos foram as ferramentas e as tecnologias aplicadas." ...

 

detalhe_2.png

Detalhe

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_SONDAS_II.png

SONDAS . I . II . III

 

42x30cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e gesso sobre papel

 

coleção particular - SP

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_SONDAS_III.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_SONDAS_I.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_SEMTITULO.png

SOBRE MATÉRIA . I

 

40x40x30cm . 2021

tinta serigráfica, massa acrílica e espuma expansiva sobre metal

 

valor sob consulta

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_PROXEMIA.png

PROXEMIA

 

30x20cm . 2021

tinta acrílica, serigráfica e gesso sobre tela

 

valor sob consulta

PERFORMANCECOISA #3

for: ARTECHS WINTER RESIDENCY

Performance Art com

Adriana Tabalipa

Eduardo Amato

Eleonora Gomes

Leo Bardo

 

Technische Universität Berlin

Berlin - GER - 2021

P1100378-2.png

performacecoisa

cooperativa de

experimentação em performance art

Adriana Tabalipa

Eduardo Amato

Eleonora Gomes

Gustavo Francesconi

Janete Andermam

Jonas Sanson

Leo Bardo

performacesoisa #3 Transitan diferentes tiempos atrapados en lapsos fotográficos, resido su espacio, manipulan elementos, sienten, siento, sentimientos melifluos que se acompasan al ruido, al sonido, a las voces, incluso las voces renunciadas, se hacen manifiestas por su ausencia. Intersticios transitados, habitados, coreografías espaciotemporales, instantes efímeros de experiencia colectiva. No saben si estoy, pero saben que estaré, Aquí y ahora.


Hoy habito nuevamente en esta casa ajena, nunca me oirán transitar el espacio, llevo tapabocas, llevan tapabocas, ayer no tuve conciencia de ello, pero hoy también veo lindes invisibles, una línea traza caminos que no separan, porque lo que une es la acción en una construcción simbólica la casa, aparecen nuevos objetos, y un espacio otro tras las cortinas, uno que no transito, mis pasos están limitados, divididos tiempos en un solo espacio.
 

Se despojan de la narración y aun así leo, se producen registros visuales de actos efímeros, hay narraciones en cada movimiento, en lo impredecible del recorrido individual, el tiempo se bifurca, acontece igual detrás de la foto. Hoy es mi último día en esta casa, Manifesta, en cada movimiento, las voces y los cuerpos se acompasan, el sonido y el movimiento se vuelven un todo, son muchos, sé cuando termina el aquí y ahora.
 

Actos cargados de signos, Se aceleran las acciones, los pasos, las voces, voy con ellos, vamos, y los otros también están,  habitando la casa con sus voces, llenando el otro espacio, que no más que este, me hablan sin voces, los oigo en cada movimiento, La casa ajena está llena. ¿Cuántos somos?

PROYECTO ENAJENAR

 

Texto : Belén Rodríguez

Centro Cultural de España Juan de Salazar

Assunción - PAR

APOC16.png

Processo

pic : Gabriela Gauziski

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_REVERBERA.png

REVERBERA . III

 

40x40cm . 2021

colagem, impressão de alta definição em lâmina de polímero

coleção particular - SP

IMG_5121.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_FRESCOR.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_FRESCOR_2.png
APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_FRESCOR_3.png

FRESCOR . I . II . III

8,5x10cm . 2021

tinta acrílica, sobre papel

 

valor sob consulta

APOC19.png

Ateliê

pic : Gabriela Gauziski

APOC_GUSTAVO_FRANCESCONI_obras.png